Câmara do Arroio anuncia CPI do Ginásio de Esportes

Em entrevista coletiva à imprensa local e regional na tarde desta segunda-feira, 11, o presidente da Câmara de Vereadores de Balneário Arroio do Silva, Everaldo Coelho Caetano (PSDB), juntamente com o procurador jurídico Ricardo Feliciano e os vereadores Dionei de Souza Teixeira (PSB), Márcio Macan (PP) e Sérgio Policarpo (PSDB), anunciaram a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI, para apurar as irregularidades na obra inacabada do Ginásio de Esportes, agravada com o desabamento da cobertura na semana que passou.

“Chamamos a imprensa porque entendemos que ela é fundamental para levar a verdade e as respostas que a população precisa saber. Estaremos informando todos os passos da CPI que será instalada e estamos dispostos a passsar o Arroio a limpo, doa a quem doer”, afirmou o presidente.

Os vereadores se posicionaram na mesa diretora dos trabalhos e os jornalistas de 7 veículos de comunicação, jornais, rádios, televisão e portal, ocuparam o espaço no plenário. Os jornalistas interagiram com os vereadores e fizeram vários questionamentos sobre a obra e a decisão de instalar uma CPI.

Num primeiro momento o presidente da casa e seus colegas falaram sobre as razões que os levaram a convocar uma coletiva e deixar a imprensa por dentro dos acontecimentos, principalmente após o desabamento da cobertura. fato que fez a Câmara avocar a responsabilidade de buscar as respostas que a população exige sobre como foi aplicado R$ 1,3 milhões na obra que está desabando em apenas 3 anos que foi entregue pela construtora. Segundo foi apurado pela mesa diretora restam R$ 550 mil para a conclusão da obra, recursos que são insuficientes diante da realidade.

“ Em meu terceiro mandato vai ser a primeira CPI que vou participar e estou consciente do meu papel e que a sociedade do Arroio precisa de respostas e não pode pagar o preço pelo erro cometido por pessoas e que os responsáveis sejam punidos pelo Ministério Público”, afirmou o vereador Sérgio Policarpo.

Para o vereador Dionei de Souza Teixeira, o Moranguinho, o dinheiro público tem que ser respeitado e o governo do ex-prefeito Evandro Scaini deu um mau exemplo nesse sentido. “Imagine hoje um pai que tivesse um seu filho debaixo daquele ginásio e acontecesse o desabamento da cobertura, de quem seria a culpa? Há indícios de uma construção mal feita, somos cinco vereadores a defender a dignidade do nosso povo”.

O presidente da Câmara de Vereadores, Everaldo Caetano avaliou o encontro com a imprensa como muito positivo e que a CP será instaurada. “Somos cinco vereadores tentando solucionar esse mistério do ginásio do  Arroio do Silva, a construtora recebeu o dinheiro, o saldo na Caixa é insuficiente para a conclusão.É uma caixa de surpresa. Queremos entregar o resultado num prazo de 90 dias”. Para Everaldo, o prefeito Mineiro fez muito certo em não botar a mão nessa obra porque estaria colocando em risco a população. O requerimento para a CPI estará sendo apreciado nesta terça-feira,12, e posteriormente formada a Comissão Parlamentar de Inquérito que é pluripartidária e composta por 3 vereadores.

Fonte Jorge Luis Pimentel