Educação do Arroio inicia ano letivo motivada e com novas tecnologias

Das 3 escolas municipais apenas a EMEB Luiza Tomasi Scaini retorna atividades na terça-feira, 11.

As escolas de ensino básico Jardim Atlântico, do Centro, Jaira Vieira Borges, da Praia da Caçamba  e os Centros de Educação Infantil,  Tereza Pereira Coelho, Carmem Matos Borges e Terezinha Uliana Victor, retornam as atividades letivas nesta segunda-feira, 10 de fevereiro. Já a EMEB Luiza Tomasi Scaini, da Praia da Meta, tendo em vista reparos que foram feitos na rede elétrica, retornam no dia de amanhã, 11. No Balneário Arroio do Silva foram matriculados mais de 1.600 alunos para o ano letivo de 2020.

Formação e novas tecnologias   

Em preparativos ao ano letivo, os professores da Rede Municipal de Ensino passaram por palestra motivacional e de formação continuada  no  início do mês.  Na última sexta-feira, 07, numa promoção da Secretaria Municipal de Educação, os gestores e professores participaram de palestra motivacional e de um treinamento, através do Centro de Treinamento Emocional e Digital, CTED, que realizou durante todo o dia, um treinamento de integração das disciplinas escolares com as Tecnologias e Desenvolvimento Sustentável através do tutor inteligente MAZK e outras tecnologias.  O método é desenvolvido pelo Laboratório de Tecnologias Computacionais,( LabTec) da Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, campus de Araranguá.

Como funciona

O aplicativo oferece vários cursos por área, as quais, podemos gerenciar o nível de acesso, Administrador, Professor e Estudante. O aluno poderá acessar o conteúdo, responder questionários, visualizar seu desempenho com índices estatísticos e comparações com os demais usuários. O professor contará com o recurso de edição e inserção de novos conteúdos com diferentes estratégias pedagógicas.

Para a secretária de Educação, Cultura e Esportes de Arroio do Silva, Kátia Timboni Teixeira, este método que será aplicado nas 3 escolas do município, vai proporcionar maior conhecimento através do uso do Tablet, num sistema que é sustentável, descarta o uso de papel em provas, entre outros benefícios para professores e alunos.

Fonte: Assessoria de Comunicação