Em meio tantas noticias tristes Balneário Arroio do Silva tem uma a comemorar

 

Primeiro paciente de Coronavirus do Arroio e região da Amesc está curado

“Agradeço a todos os amigos que torceram por mim. Posso dizer que através do Protocolo da Anvisa ,conforme informado pelas enfermeiras Franciele da Vigilância Epidemiológica do Arroio e enfermeira Bianca da Unimed de Criciúma, que após 14 dias de tratamento, o vírus não está mais no meu organismo e estou curado”.

A manifestação é do representante comercial, Valdinei Costa Batista, 42 anos, que foi o primeiro caso diagnosticado com o COVID-19, Coronavírus no Balneário Arroio do Silva e região da Amesc.

Valdinei já havia dado entrevista logo que o vírus se manifestou e agora com a cura, concedeu nova entrevista na manhã de terça-feira, 31, aos radialistas Evandro Soares e Tatiane Vanzin da Rádio Verdes Mares FM do Balneário Arroio do Silva, onde falou de sua recuperação.

Sintomas e isolamento

Valdinei contou que desde que tomou conhecimento do resultado positivo procurou manter o isolamento social e mesmo assim, preferiu não ficar no anonimato e sofreu duras críticas na rede social. “O julgamento me doeu muito, mas a maior prova de que fiz a coisa certa é de que ninguém do Arroio ou Araranguá com quem tive contato pegou o vírus. Agradeço muito a Deus pelo livramento. Os sintomas começaram como se fosse de gripe, sofri um pouco de falta de ar, tosse, febre forte e dor de cabeça, comecei a perder o paladar e logo procurei o atendimento médico, mas não precisei ficar internado”, disse. Para ele, o isolamento social foi muito importante para não disseminar o COVID-19. “Se a pessoa sair pode trazer para dentro de casa o vírus. Recomendo usar máscaras, lavar as mãos sempre e na dúvida procure o atendimento médico. O importante é não propagar o vírus. O único vírus que precisamos propagar é o do amor, da felicidade para as pessoas”.

Uma nova visão da vida

Ao ser questionado pelos entrevistadores sobre a lição que fica de tudo o que passou, Valdinei respondeu que passou a ver o mundo de outra forma. “Hoje eu penso mais na minha vida do que qualquer outra coisa. Estou bem, estou feliz e muito grato por tudo, pelo carinho que recebi da minha mãe, com 70 anos, meus filhos, amigos e de todos. Sinto-me aliviado em saber que estou curado do Coronavírus”.

Respeitando a quarentena

Mesmo recebendo alta, o representante comercial vai continuar respeitando a quarentena, como qualquer outra pessoa, neste momento em que o país tenta combater a pandemia do Coronavírus. “ Posso ter uma vida normal, mas tenho que respeitar as leis do isolamento social, como qualquer cidadão e recomendo a todos para que no primeiro sinal de gripe ou sintomas use a máscara e procure atendimento”, disse.
Durante a entrevista, Valdinei recebeu centenas de manifestações de ouvintes que se emocionaram com as palavras do homem que adquiriu e foi curado do Coronavírus no Arroio do Silva e região da Amesc.
Foto: Arquivo pessoal